Notícia

A relação entre o casamento e um espelho

Internacional, Noticias, Videoteca |

Ninguém decide se casar porque está vivenciando um namoro conturbado e quer dar continuidade a esse relacionamento caótico no casamento.

Muito pelo contrário. O namoro é uma fase de conquista, onde ambos se esforçam para demonstrar suas qualidades e, simultaneamente, camuflar os defeitos. Não se trata de fingir ser o que não é, mas uma reação natural de quem quer conquistar alguém e, por isso, se esforça para evidenciar suas qualidades.

Quando se casam, surgem os conflitos, os desentendimentos e o relacionamento, antes harmonioso, para muitos, se torna um fardo.

Por que isso acontece?

Os apresentadores do programa “The Love School – A Escola do Amor”, transmitido aos sábados, ao meio-dia, pela Record TV, Renato e Cristiane Cardoso, falaram sobre o assunto, recentemente, em um vídeo postado nas redes sociais do casal.

Renato explica que o casamento serve como um espelho que irá refletir a imagem fiel de quem somos de fato.

“Quando você se casa, pela primeira vez na sua vida passa a se olhar no espelho de fato e começa a ter uma imagem real e fiel de quem é, com todas as falhas que a solteirice escondeu. Pois, enquanto você vive longe de alguém, não tão perto, não compartilhando a vida como é no casamento, aquilo (os defeitos) não estava aparente, mas o casamento revela tudo isso”, destaca Renato.

Cristiane completa: “Quando você é solteiro, não é muito testado. Porque você tem a sua vida, faz o que quer. Mesmo quem mora com os pais, embora deva satisfação a eles, tem o seu espaço, sua privacidade. Se quer ficar sozinho, por exemplo, vai para o quarto e fica lá. Enfim, você vive a sua vida do seu jeito. Mas, quando você se casa, tem uma outra pessoa ali, olhando para você, acompanhando os seus passos, quando você vai para o quarto ela também está lá. E você sabe que tem de dar satisfação a ela porque é sua esposa, é o seu marido”.

O casal esclarece que é justamente nesse período que a pessoa passa a se conhecer verdadeiramente, porque perceberá em si mesma atitudes e reações que, quando solteiro, não tinha, porque até então não havia sido confrontada. “E ninguém gosta de conhecer o seu lado ruim”, observa a apresentadora.

“Você começa a descobrir que é uma pessoa nervosa, que guarda mágoa, raiva, que é vingativa. Porque o casamento mostra tudo isso a nosso respeito”, destaca Renato, citando o seu próprio exemplo:

“Quando eu me casei com a Cristiane, eu guardava raiva e ficava dias sem falar com ela. Eu achava que estava sendo pacífico, que não queria brigas. Mas mesmo sendo o pacificador eu sentia raiva, mas guardava porque achava que expressá-la era uma coisa errada, e era, mas também não era certo ficar guardando e dando gelo na minha esposa”, reconhece.

Talvez você esteja pensando até em separação porque acredita que cometeu um erro casando com essa pessoa, mas, acredite: “O casamento foi a melhor coisa que lhe aconteceu”, garante o apresentador.

O casal explica que o casamento serve como uma ferramenta que nos impulsiona a mudar e melhorar como pessoa. Para isso, o primeiro passo é entender que não é possível mudar o outro, apenas a si mesmo, e o segundo é começar a trabalhar nas partes em que você reconhece que precisam ser melhoradas.

Cristiane aconselha que seja feita uma autoanálise:

“O que esse problema que você está enfrentando no seu casamento está falando sobre você? O que as suas reações mostram a seu respeito? Quando você começar a se analisar e entender isso, vai mudar suas atitudes e, consequentemente, o seu casamento vai mudar também”.

Se você reconhece que precisa de ajuda para melhorar como pessoa, participe todas as quintas-feiras das palestras da Terapia do Amor, na Universal do Império ou em uma Universal, mais perto de si!

Acompanhe o vídeo do casal:

Fonte: Universal.org  

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *