A ira de Deus

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Orarás naquele dia: graças te dou, ó SENHOR, porque, ainda que  Te iraste contra mim, a Tua ira se retirou e Tu me consolas.” (Isaías 12.1)

A ira de Deus se retira quando há arrependimento. Esse é o cristão que vive em paz. O Senhor o libertou, o transformou e fez dele a morada do Seu Santo Espírito. Esse tipo de cristão vive em paz com sua própria consciência. Pouquíssimos cristãos vivem assim, embora seja essa a vontade de Deus para todos os que se aproximam dEle.

Em uma turma bem maior está o cristão que conhece a Bíblia e até frequenta a igreja, mas que, ainda assim, vive submetido ao engano. Sobre ele, permanece a ira de Deus. A ira de Deus não está sobre os que não conhecem a Verdade. A ira de Deus está sobre aqueles que conhecem a verdade, mas vivem a mentira.

Deus é Verdade. Quem anda na verdade, obviamente está sujeito ao Senhor Jesus e vai colher os frutos dessa obediência. O diabo é o pai da mentira. Quem anda na mentira, está sujeito ao pai da mentira e colhe seus frutos.

“Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” (Efésios 5.6). Que hoje cada um se analise à luz da Palavra de Deus.

Se você está vivendo essa situação, olhe bem para a sua vida. Mude de atitude agora mesmo, sem deixar para amanhã, para que a ira de Deus seja removida de sua vida e você seja consolado pelo Espírito Santo.

Só você pode se ajudar. Abandone a mentira e o pai da mentira. Não espere que a chuva de graça caia sobre a sua cabeça independentemente de você obedecer ou não. Há que se obedecer e viver sob a disciplina do Altíssimo para alcançar a salvação. É questão de vida ou morte.

A graça de Deus vem apenas sobre aqueles que obedecem.

 (*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos relacionados