Como vencer o ciúme

Como vencer o ciúme

Brasileiros são campeões de ciúmes. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Sunderland (Inglaterra), nosso país abriga as pessoas mais ciumentas do mundo.

Uma das inúmeras provas disso é o caso ocorrido em Arapongas, no interior do Paraná, no primeiro dia de eleições de 2018. Tentando auxiliar um eleitor a validar sua leitura biométrica, a mesária posicionou a mão do homem. Foi o suficiente para a esposa ciumenta, que assistia à cena, partir para cima da trabalhadora. Foram socos, chutes e ofensas, culminando na detenção da agressora, que agora responderá judicialmente pelo crime de lesão corporal.

O brasileiro é tão ciumento que diariamente são noticiadas brigas e divórcios motivados por esses sentimentos. Até mesmo crimes são cometidos, como o citado acima ou piores. Para não cair nessa armadilha que destrói relacionamentos, entenda:

Ciúme é sintoma de que algo está errado

“Todo tipo de ciúme é um sinal. Um sinal de que ou o ciumento é uma pessoa muito insegura ou quem causa o ciúme está desrespeitando o parceiro pela forma como age”, afirma o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Casamento Blindado 2.0 – O Seu Casamento à Prova de Divórcio”.

Em ambos os casos é necessária uma reparação de comportamentos.

Quando o ciúme é causado por que um dos parceiros é inseguro é necessário investir na autovalorização. É preciso entender que o cônjuge o escolheu por querer, e não está fazendo nada que demonstre uma mudança de ideia.

Obviamente não é fácil construir autoconfiança. Por isso a palestra Terapia do Amor auxilia casais e solteiros que passam por essa situação. Clique aqui e saiba quando e onde participar das palestras.

Já os casais que sofrem com ciúmes por comportamentos duvidosos de um dos cônjuges precisam entender que o problema não é a atitude ciumenta da outra pessoa, mas a raiz desse sentimento.

“Obviamente quando o ciúme tem razão de ser, quando o parceiro está causando ciúme por alguma atitude errada aquilo indica uma falha na relação […] o problema não é o ciúme, o problema é a falha na relação que precisa ser reparada”, explica Renato.

Muitas pessoas estão casadas, mas querem ter uma vida de solteiro. Então escondem as conversas realizadas no celular, flertam com conhecidos e desconhecidos, entre outros comportamentos parecidos. Nessas situações, mesmo quando não há uma infidelidade física existe uma infidelidade emocional, o que também é traição.

Entenda mais sobre o assunto assistindo ao vídeo abaixo:

Em Lisboa, a palestra da Terapia do Amor acontece no Templo Maior, na Rua Dr. José Espírito Santo, 36, Chelas – Lisboa, todas as quintas-feiras, às 20 horas. Participe!

Fonte: Universal

Artigos Relacionados

2018-10-24T09:00:58+00:00