Esperar contra a esperança

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Abraão, esperando contra a esperança,  creu, para vir a ser pai de muitas nações,  segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência.” (Romanos 4.18)

Eis a descrição da fé sobrenatural: Abraão, esperando contra a esperança, creu, segundo a Palavra que ouviu de Deus. Ele não tinha mais esperança aos olhos humanos, no entanto, a certeza do cumprimento da Palavra de Deus o fazia esperar até mesmo contra a esperança.

A esperança era o que suas emoções diziam… elas o faziam ver a situação. No entanto, Abraão creu e esperou contra a esperança. Por ter ouvido de Deus que seria pai de muitas nações, Ele creu. Ignorou a sua condição, pois já era idoso, assim como sua esposa. Ele já tinha o corpo amortecido, não teria condições de gerar uma criança, muito menos sua esposa teria tal condição. No entanto, ele sabia que nada poderia limitar o seu Deus. Se Ele prometeu, é porque cumprirá. Esse foi o raciocínio de Abraão. Raciocínio daquele que vive pela fé inteligente.

Não há nada mais sensato do que crer na Palavra que sai da boca de Deus, ainda que seja preciso deixar de acreditar no que seus olhos veem, no que suas mãos tocam, no que seus ouvidos ouvem ou nas sensações que você tem. Não há nada mais certo do que a Palavra que sai do trono de Deus. Se Ele disse que vai ser assim, então vai ser assim. Não há sentido em duvidar. É insanidade pensar que pode ser diferente. Se Ele prometeu, então pode colocar nisso a sua confiança.

Espere contra a esperança, creia independentemente do sentimento.

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos relacionados