Gosto de mimar meu namorado, e daí?

Gosto de mimar meu namorado, e daí?


Desde o início do namoro, os seus pensamentos, planos e compromissos envolvem seu parceiro. Está estampado em seu rosto o quanto gosta dele, e você faz questão de demonstrar isso por meio de gestos de carinho, presentes e declarações de amor. Você acha lindo todo esse cuidado e paparico. Mas ele talvez não te admire tanto quanto você imagina.

Onde mora o perigo

O problema surge quando não existe um equilíbrio com esse cuidado e carinho; quando você, que é apenas namorada do rapaz, começa a fazer o papel de mãe, ou até de babá dele.

Esse tipo de comportamento é perigoso e pode revelar insegurança. A mulher se torna grudenta e controladora, sem noção do que é um namoro saudável para ela e para ele.

Não quer dizer que a partir de agora, depois de ler essa matéria, você deverá se tornar uma mulher seca e fria no relacionamento, mas é preciso cuidado para não mimar o rapaz.

O livro Namoro Blindado, dos escritores Renato e Cristiane Cardoso, traz dicas de como agir no relacionamento e construir uma base para um futuro feliz.

Um dos aprendizados é sobre não ser uma mulher “útil demais”, aquela que faz tudo pelo namorado. Segundo os autores, “ela faz tanto que ele não precisa fazer nada ou quase nada. É uma mãezona. Paga as contas dele, dá dinheiro, compra roupas para ele, empresta o cartão de crédito, briga com a companhia telefônica sobre a conta de celular dele, vai buscá-lo no trabalho do outro lado da cidade, lava as roupas dele de vez em quando, liga para o restaurante para reservar a mesa, compra os bilhetes do cinema, faz corrente por ele na igreja (enquanto ele vai jogar futebol com os amigos). E depois, quando ele reclama de alguma coisa, ela ainda se culpa por não ter feito o suficiente”.

Há ainda aquelas que, por ganharem mais que o namorado, pagam a conta do restaurante na maioria das vezes ou em todos os encontros. O livro explica que quando a mulher deixa de ter esse comportamento, passa a incentivar que o homem seja cavalheiro. Os autores dão a dica às namoradas: se o namorado vive sem dinheiro, então não comam sempre nos melhores restaurantes. Ele deve se acostumar a fazer economias e sacrifícios para apreciar sua companhia e as coisas que ele gosta.

Outra orientação do livro é sobre o cuidado que a mulher deve ter consigo mesma, além de não esquecer de dar atenção às amigas e à família e de não se fazer disponível para ele o tempo todo.

Segundo os autores, é saudável que o casal sinta saudades. Seja uma mulher equilibrada, com isso seu namorado não será mimado e, assim, seu relacionamento terá tudo para dar certo.

Fonte: Universal

Artigos Relacionados

2018-05-29T07:57:44+00:00