Nada se consegue sem esforço!

A cegueira de nascença é habitualmente irreversível, assim como existem muitos problemas considerados humanamente irreversíveis… mas, será que não existe mesmo solução?

Na manhã de domingo, dia 8 de março, mais uma vez teve lugar a reunião que proporciona tanto a edificação interior, como momentos de comunhão com Deus. Na mensagem preparada para aquela manhã, o bispo Domingos Siqueira mencionou o episódio da cura do cego de nascença, presente no capítulo 9 do livro de João.

“Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego. E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo.” (João 9.6-7)

Jesus encontrou-se com o cego à porta do templo, a Porta Formosa. E quando Jesus disse ao cego “vai e lava-te”, ele teve que percorrer quase um 1km para o fazer. Jesus poderia tê-lo encaminhado para o Tanque de Betesda, que seria muito mais próximo, mas encaminhou-o para o de Siloé. Por que motivo teria Jesus mandado o cego fazer um esforço tão grande? Ele não pediu que nenhum apóstolo acompanhasse aquele cego, e sim dirigiu-se a ele e disse “VAI”! Isto significa que quando a pessoa quer o milagre, não pode depender de ninguém, apenas de si e da sua fé!

Muitas pessoas agem como se fosse Deus que precisasse delas, quando, ao buscarem-NO, estão apenas a fazer um bem a si mesmas. Ou seja, quanto maior o seu esforço, mais abençoado você é. São as pessoas que superam maiores obstáculos que mais manifestam a sua fé e Deus é atraído pela fé! Quando Jesus disse ao cego para fazer aquele percurso, não era para castigá-lo e sim para que ele demonstrasse a sua fé. E o cego não questionou o motivo, porque quem tem fé não questiona, simplesmente obedece. Então, ele enfrentou os obstáculos e chegou até ao Tanque de Siloé, que foi um sacrifício e é isso que a fé pede, esforço, pois nada se consegue sem esforço!

Nesta passagem do cego que foi curado, temos lições preciosíssimas que mostram os sacrifícios que temos que fazer para a Salvação da nossa alma, pois, na cabeça de algumas pessoas não precisamos de fazer nada para sermos salvos. Há aqueles que fazem a vontade de Deus, mas há também aqueles que o fazem apenas como meio de subsistência. Falar da Bíblia é fácil, porém, a Salvação exige o sacrifício diário.

Não basta apenas pensar que Jesus morreu na cruz e levou os nossos pecados, temos que manifestar a nossa fé nesse Jesus que Sacrificou na cruz a Sua vida. E, como Ele Sacrificou a Sua vida, é a nossa vez de sacrificar a nossa, então, temos que prescindir de tudo o que desagrada a Deus. Ninguém vai entrar no céu com facilidade, não é fácil seguir Jesus e segui-LO dia após dia. Por isso, para quem quer ser salvo, tem que haver renúncia.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos relacionados